Planeta Sustentável

Your IP and Google Map location

segunda-feira, 13 de abril de 2009

A Patagônia Argentina

A Patagônia Argentina é um vasto território cheio de mistério, que tem um forte magnetismo, e um incrível poder de sedução, capaz de apaixonar todo aquele que se aproximar destas terras deixando-se abraçar pela imensidão de seus horizontes, até se entregar rendido frente a tão contundente demonstração da insignificância do ser humano diante da sublime grandeza da natureza.

Enigmática como poucas regiões no mundo, a Patagônia propõe seu primeiro desafio ao tentar decifrar a origem de seu nome. Sobre ele, existem diferentes versões que indicam a Fernão de Magalhães como autor.

Uma delas associa o nome à observação, por parte do navegante, de grandes pegadas realizadas pelos Tehuelches, um povo nativo da região, que se caracterizavam por serem altos e terem uma forte contextura. Outra, diz que Magalhães utilizou o termo “Patagón”, fazendo alusão a um monstro literário, personagem de uma famosa novela medieval.

Formada pelas províncias de La Pampa, Neuquén, Río Negro, Chubut, Santa Cruz e Tierra del Fuego, com uma superfície de 930.731 Km² e uma população total de 2.037.545 habitantes, cada lugar da Patagônia Argentina oferece variadas opções de descanso, lazer e aventura, em um contexto onde a exuberante natureza é a grande protagonista.


La Pampa, com a plenitude de seu campo e as longas cavalgadas até o entardecer são um sinal inequívoco da infinita planície pampeana povoada de tradicionais fazendas, permitindo desfrutar das tradicionais churrascadas argentinas, atividades de campo e a típica música do lugar. Neuquén, berço dos dinossauros, combina o que há de mais agreste no estepe patagônico com o brilho de seus lagos e vales repletos de vegetação. Río Negro, com seu mar de água morna e transparente, onde vales, eventos esportivos, e estepe, convivem com paisagens místicas, pinturas rupestres e a diversificada fauna autóctone da região. Chubut, é um lugar onde o oceano expõe todo o seu esplendor, e onde baleias e golfinhos fazem um espetáculo comovedor junto a pingüins e lobos-marinhos. Santa Cruz, tem uma variedade de ambientes naturais virgens e magnânimos, custodiados por centenas de glaciares que surgem na imensidão da paisagem. Tierra del Fuego, o extremo mais austral da América, é uma terra de sonho e magia, onde é possível desfrutar no inverno as noites mais longas e viver no verão os dias mais luminosos e compridos.

Toda a Patagônia Argentina, sua gente, suas paisagens e sua forte cultura ancestral, são um convite para descobrir a magia do sul do mundo.





Ente Regional Oficial de Turismo Patagonia Turística - 2006 - info@patagoniaturistica.org.ar

Nenhum comentário: